página inicial Publicidade - Gurgel 800 mapa

Publicações - Mecânica Popular n° 2 (1986)
TTS e Selectraction


TTS e Selectraction - Como funcionam no Gurgel

Logo após a publicação do artigo Gurgel, A odisséia de um sonhador, em MP n°1, vários leitores nos procuraram para maiores explicações sobre o funcionamento do TTS e do Selectraction nos modelos da linha Carajás. Aqui vão algumas informações.

por Ricardo Candial


Gurgel Carajás
Carajás - O jipão 3 portas da Gurgel é equipado com o TTS

Em primeiro lugar, o Tork Tube System, ou TTS, consiste em um sistema de transmissão de força do motor –instalado na dianteira do carro – para o câmbio – e é montado entre as rodas traseiras. De maneira simplificada, é um prolongamento do chamado "eixo-piloto" (aquela ponta entalhada que aparece quando vemos um carro sem motor), que, devido a circunstâncias especiais, requer soluções técnicas próprias. Esse eixo gira na mesma rotação do motor – o que significa altas rotações durante longos períodos. Isso torna necessário um perfeito alinhamento para que não se produzam vibrações incômodas e prejudiciais à duração do conjunto. Esse alinhamento é conseguido apoiando-se o eixo a pequenos intervalos em rolamentos superdimensionados e blindados (lubrificação constante), para se evitar a necessidade de manutenção. Como na prática um alinhamento perfeito é impossível, os rolamentos são ligados ao eixo por buchas de poliuretano – a borracha sintética mais resistente que existe no mercado. Essas buchas absorvem as mínimas irregularidades de alinhamento existentes, tanto no eixo, como no tubo em que os rolamentos são apoiados.

O tubo redondo é a forma geométrica mais resistente a torções e, por isso, foi escolhido como elemento de ligação entre o motor e o câmbio, pois assim cria-se uma estrutura compacta e leve, que anula todas as reações ao movimento produzido pelo motor e câmbio. Essa reação é particularmente crítica quando se trata de anular a reação do pneu ao câmbio. Se não houvesse uma ligação, o câmbio giraria em sentido contrário à roda. Imagine, então, a torção que deverá ser anulada quando se tiver que arrancar com o carro totalmente carregado em uma subida íngreme!

Ao montar-se o eixo por dentro do tubo, ganha-se, ainda, a proteção contra choques de pedras, obstáculos altos, pó, areia e lama, que desgastariam ou danificariam o conjunto.

A essas vantagens, deve-se acrescentar que ao se ligar rigidamente o motor, o TTS e o câmbio, tem-se uma maior massa oscilante (suspensa pelos coxins de borracha) – o que diminui sensivelmente as vibrações provocadas pelo motor diesel, apesar do barulho provocado pela irregularidade do funcionamento desse motor em marcha lenta ser amplificado por um princípio de acústica devido ao formato do tubo. Mas esse é um inconveniente que não causa nenhum problema mecânico.

TTS - Tork Tube System

Tork Tube System
1Carcaça dianteira 4Eixo flexível
2Acionamento da embreagem 5Mancal
3Tubo de torque 6Carcaça traseira/suporte do câmbio

E é também no Carajás que encontramos o Selectraction, cujo console e comandos são colocados entre os bancos.

O Selectraction é um dispositivo que permite o bloqueio seletivo das rodas tracionárias, ou seja, trava-se ou provoca-se uma frenagem progressiva da roda que se desejar. Ocorre que quando se enfrentam situações adversas, como lama, areião ou terrenos muito irregulares, existe sempre a possibilidade de perda de tração, imobilizando o carro. Porém, essa perda de tração, em geral, é de apenas uma roda, e devido à existência de um sistema diferencial, é essa roda, sem tração, que recebe todo o movimento, girando, portanto, em falso. Se travarmos essa roda, o diferencial tenderá a mandar todo o torque para q roda que não estiver bloqueada, ou seja, aquela que ainda tem atrito com o solo e, portanto, capacidade de tração, salvando o veículo da dificuldade.

Esse sistema é há muito utilizado em tratores, porém a Gurgel é a única a utilizá-lo em veículos utilitários, compensando, com certas vantagens, a inexistência de tração nas quatro rodas do Carajás.


Reportagem enviada por Maximiliam Luppe


Versão para impressão



e-mail Yahoo! Grupos Facebook Twitter Floripa Internet