Planta Chassis X-12 Tr 1980 - Ajudem!

Carroceria e chassi

Moderadores: Helio Neto, Fernando João, Waldecir, Luiz

Planta Chassis X-12 Tr 1980 - Ajudem!

Mensagempor fcbranco » 13/Fev/2009 11:31

Amigos,

Preciso bastante da colaboração dos amigos do fórum, em especial os que tem X-12. Estou reformando meu X-12 TR 1980, e tive uma desagradável surpresa quando tiramos o chassis
da fibra. Além de extremamente corroído, ele está todo "adaptado", ou seja, simplesmente foram fazendo remendos de qualquer jeito sem nenhuma técnica ou cuidado. O que resultou num chassis que não serve nem como gabarito para a confecção de um novo (exceto para sucata), pois a originalidade da posição das peças é duvidosa, além de questionável a rigidez.

Precisava de uma planta desse chassis (qualquer ano, parecem todos iguais) para me ajudar, ou em último caso, mais fotos para me
auxiliar.

Gostaria muito se pudessem me ajudar, ou pelo menos indicar alguém que o faça.
Abraços,

Francisco Castel-Branco
Gurgel X-12 TR 1978 Bege Alabastro - "Donald"
Gurgel X-12 TR 1980 Bege - "X-12,5/Oliver" - X-13 by Joe Motos - A VENDA
Avatar de usuário
fcbranco
 
Mensagens: 122
Data de registro: 30/Jan/2009 18:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Reforma

Mensagempor CANGUÇU » 15/Fev/2009 17:15

Amigo, estou também reformando um xavante 77, tem coisas interesantes para ser vista em, reformas no site: www.gurgelecia.com.br , eles usam a suspenção traseira da varianteII.
Coloquei no meu a suspenção traseira completa da kombi 86, ficou melhor que o original, Tem algumas coisas que fui pesquisando e resebendo dos amigos do forum, que são bem interesantes e postei no www.aventuraeoffroad.com.br , já ia esquecendo a suspenção dianteira tambem foi elevada, e coloquei rodas 16`da f1000.
Espero ter ajudado.
abraços
CANGUÇU
 
Mensagens: 14
Data de registro: 25/Out/2008 15:32
Localização: RS

Re: Reforma

Mensagempor fcbranco » 07/Mar/2009 15:58

CANGUÇU escreveu:Amigo, estou também reformando um xavante 77, tem coisas interesantes para ser vista em, reformas no site: www.gurgelecia.com.br , eles usam a suspenção traseira da varianteII.
Coloquei no meu a suspenção traseira completa da kombi 86, ficou melhor que o original, Tem algumas coisas que fui pesquisando e resebendo dos amigos do forum, que são bem interesantes e postei no www.aventuraeoffroad.com.br , já ia esquecendo a suspenção dianteira tambem foi elevada, e coloquei rodas 16`da f1000.
Espero ter ajudado.
abraços


Acabou que o pessoal da Bugre aqui do Rio decidiu fazer na "raça" um gabarito que vai servir para reformar outros x-12. Está ficando muito bom, o construtor é o mesmo que fez todos (todos mesmo!) os modelos da extinta Tanger (acho que era aqui do Rio). Portanto o serviço está com uma cara muito boa, e o Rio vai passar a contar com alguém especializado em Gurgel.

Por causa das fotos dos Lameiros (www.gurgelecia.com.br) acabei decidindo colocar a suspensão de kombi na traseira e a de variant com disco e as castanhas para subir na dianteira.

E os amortecedores? Na traseira de kombi, mas na dianteira os de Variant mesmo aguentam?

Vou colocar as rodas de aço aro 14 4x130 originais da Variant (originais da foto oficial da Gurgel), só que ao invés de 5 polegadas, com 5,5 polegadas, e Pneus Maggion aro 14 7.35. Acho que vai ficar muito bom, e deixar com uma cara bem original já que minha intenção é "restaurar" o carro para deixar com cara de original.
Abraços,

Francisco Castel-Branco
Gurgel X-12 TR 1978 Bege Alabastro - "Donald"
Gurgel X-12 TR 1980 Bege - "X-12,5/Oliver" - X-13 by Joe Motos - A VENDA
Avatar de usuário
fcbranco
 
Mensagens: 122
Data de registro: 30/Jan/2009 18:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Mensagempor brauliogurgel » 06/Abr/2009 16:32

Já resolveu? Conseguiu as barras? Pagou quanto em cada? Quer uma sugestão? Deixa o chassi exposto e parafusado na carroceria, usa zarcão à vontade e ainda aquele preto tipo "piche" em toda extrutura. Vede todas as pontas de chassi para não entrar água, pode usar estopa e resina de fibra de vidro. Dura + ou - uns 50 anos.....

No meu percebi que onde o chassi ficava exposto dava somente uma ferrugem superficial, mas onde ficava debaixo da fibra, juntava terra, água e apodreceu por completo... Então.....
brauliogurgel
 
Mensagens: 205
Data de registro: 30/Mar/2009 22:32

Mensagempor Helio Neto » 06/Abr/2009 21:35

Mas veja que se você não recobrir os tubos com fiberglass, vai perder muito da resistência original que a estrutura foi projetada para ter graças ao Plasteel. Principalmente no caso de um acidente isso pode ser bem crítico.

O problema é que a água e lama vão se infiltrando pelas frestas nos pontos onde os tubos "entram" na fibra, e ficam lá dentro apodrecendo o metal. Só que, se não tiver por onde entrar umidade, os tubos não vão enferrujar nunca! Sei que a fibra não é 100% impermeável, mas mesmo assim o tanto de umidade não seria suficiente para apodrecer os tubos. A umidade de verdade entra apenas por essas "bordas" ou por alguma eventual rachadura causada por batidas ou raspadas na parte de baixo do carro. As "bordas" podem ser totalmente calafetadas e impermeabilizadas, e quanto às rachaduras, é só inspecionar de vez em quando por baixo do carro e remendar caso apareça algum dano.

Eu entendo a idéia de não recobrir o chassis porque assim ele não vai apodrecer, mas acontece que se ele for bem recoberto em um serviço competente (ainda mais que você vai ter a oportunidade de refazer do zero sem nada para atrapalhar) e todas as "bordas" da fibra forem bem calafetadas com materiais bem adesivos e flexíveis (como KPO e Underseal), também não vai apodrecer por mais de 50 anos e vai manter a mesma resistência.

A fibra nunca se amolda perfeitamente ao que está por baixo, por isso é preciso usar outros materiais para fazer essa vedação nas bordas. Se a Gurgel fizesse isso na fabricação, hoje todos os chassis ainda estariam inteiros.
(g2) Supermini 92
(g1) Carajás 89/87
(g1) Tocantins 91
Helio Neto
 
Mensagens: 232
Data de registro: 18/Out/2005 17:13
Localização: Curitiba-PR

Mensagempor fcbranco » 07/Abr/2009 09:36

O meu chassis está sendo feito por um cara que fazia todos os carros da Tanger, aqui do Rio. Está usando perfis com certeza mais grossos que o original, e vai ser todo coberto com "Ferrolac", que é como se fosse um zarcão para chassis, uma tinta preta grossa. Custa uns 70 reais o galão parece.

Depois a idéia é recobrir de fibra mesmo, e atentar para essas sugestões de sempre vistoriar e corrigir rachaduras e vedar bem as extremidades.
Abraços,

Francisco Castel-Branco
Gurgel X-12 TR 1978 Bege Alabastro - "Donald"
Gurgel X-12 TR 1980 Bege - "X-12,5/Oliver" - X-13 by Joe Motos - A VENDA
Avatar de usuário
fcbranco
 
Mensagens: 122
Data de registro: 30/Jan/2009 18:12
Localização: Rio de Janeiro, RJ

Mensagempor brauliogurgel » 07/Abr/2009 14:41

Por melhor que seja feita a fibra ainda assim entrará água, terra e barro, as pontas dos tubos de metalon também não são "tampadas" então, entrará água e irá acumular ao longo do tempo já que não terá como escoar. O chassi de meu carro foi parafusado na carroceria em vários pontos, inclusive nos bancos, sabia que muitos são parafusados somente na fibra? Outra vantagem diz respeito a possibilidade de retirada da carroceria caso seja necessário, igual monobloco de fusca e ainda tem a vantagem que a água não empoça entre a fibra e as barras. Undersil realmente é o macete, depois do Zarcão claro, gastei um bocado dele no chassi. Se reparar bem na gaiola do chassi verá sua resistência, o que permitiu seu uso tanto nos TL quanto nos TR, realmente foi muito bem pensada pelo Gurgel. Um X12 de meu irmão e 76 tem as pontas tampadas por fibra, acredito que tenha sido de fábrica, mas deve ter sido tampados os furos após solda final, uma vez que se correria o risco de explodir com o calor das soldas.
brauliogurgel
 
Mensagens: 205
Data de registro: 30/Mar/2009 22:32

Mensagempor brauliogurgel » 07/Abr/2009 14:49

Calafetar para a água não entrar seria muito bom, mas impossível na prática de se fazer considerando os ajustes entre fibra e barras, prefiro não brigar com a ordem natural das coisas. Quer molhar, pode, mas a água não deve e não pode ficar represada, secará por gravidade apenas. Mais fácil, menos dispendioso e mais seguro. Acho que tanta fibra agarrada no chassi quando de sua retirada me deixou meio doido com a questão
brauliogurgel
 
Mensagens: 205
Data de registro: 30/Mar/2009 22:32

Mensagempor Helio Neto » 07/Abr/2009 19:24

No X-12 eu não sei exatamente, mas no Carajás é possível sim fazer a vedação das bordas nas laterais e na frente/traseira. Dá um certo trabalho mas já consegui fazer metade. O que é realmente muito difícil é a parte do túnel central, que é todo treliçado. Mas ali, o calor do escape e da transmissão seca rapidamente a umidade, e nos dois Carajás que tenho não há sinal de podres apesar de toda a terra impossível de limpar que fica entre a fibra e os tubos e vergalhões nesta área. O que apodrece direto são os tubos das laterais e das travessas na frente e atrás, onde não é difícil vedar. A única parte mais complicada é "isolar" a travessa dianteira para que a água que vem entre a fibra e os tubos do túnel central não "circule" pela travessa e não atinja a área dos tubos laterais. Vou ter que seccionar a fibra em volta do tubo da travessa para que essa água possa sair, mas vedando a parte conectada à lateral, para que não entre.

Também não existe esse problema das pontas dos tubos nele, todos as pontas externas são soldadas fechadas.
(g2) Supermini 92
(g1) Carajás 89/87
(g1) Tocantins 91
Helio Neto
 
Mensagens: 232
Data de registro: 18/Out/2005 17:13
Localização: Curitiba-PR

Mensagempor brauliogurgel » 07/Abr/2009 19:35

Antes da reforma, meu carro já ficou submerso numa pescaria, foi indo, foi indo e foi indo até que "navegando" morreu no meio do caminho, será que a água sairia de dentro do carro? Não há escapamento no túnel central para secar a água...mas é interessante mesmo, nunca vi um carajás com o chassi podre
brauliogurgel
 
Mensagens: 205
Data de registro: 30/Mar/2009 22:32

Mensagempor Helio Neto » 14/Abr/2009 03:24

brauliogurgel escreveu:...mas é interessante mesmo, nunca vi um carajás com o chassi podre

Mas eu acho que é difícil que exista um que não esteja podre. Deve ser porque na parte visível, por fora, não aparece mesmo, mas o problema é por dentro do que seria chamado de "caixa de ar" em outros carros. No Carajás essa caixa abriga inteiramente os tubos treliçados das laterais do chassis, e só dá para acessar alguma coisa ali dentro pelos furos dos alto-falantes. Ela é fechada, mas não perfeitamente, ficam várias orelhas na fibra nos cantos retos por dentro dos paralamas, e também tem umas frestas por baixo, mas que não ficam no ponto mais baixo. Pelo que consegui ver, tenho certeza que em qualquer Carajás, por mais bem cuidado que seja, ali sempre entra lama e que não tem por onde sair, fica lá dentro. Se algum dono de Carajás tem a ilusão de que seu chassi está perfeito, experimente tirar os alto-falantes e "ver com a mão" o que encontra lá dentro...
(g2) Supermini 92
(g1) Carajás 89/87
(g1) Tocantins 91
Helio Neto
 
Mensagens: 232
Data de registro: 18/Out/2005 17:13
Localização: Curitiba-PR


Retornar para Carroceria

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante