Página 1 de 3

BR 800i - ENERTRON com Injeção eletronica de combustível.

MensagemEnviado: 04/Mar/2010 19:14
por Kyran
Em tempos de motores com Injeçãp eletronica de combustível, alguem ja se atreveu a colocar no ENERTRON?
Me ocorreu essa ideia hoje, tenho um sistema monoponto de um suzuki 1.3cc, e existem as motos de baixa cilindrada com injeção e flex combustível, onde é bastante simples e facil de achar.
Fomentem essa discurção vamos amadurecer essa possibilidade, visando confiança e economia, alem da possibilidade de ganhar alguma potencia.
Abraço!

MensagemEnviado: 05/Mar/2010 10:44
por felipe.victor
Algumas pessoas ja haviam pensado nisso na parte de eletrica... http://www.gurgel800.com.br/forum/viewtopic.php?t=443 inclusive eu ja me propus a ajudar pois manjo um pouco de eletonica, porém não houve muito entusiasmo do pessoal...
Tenho muita vontade de fazer uma injeção para meu BR, porem eu queria fazer multiponto. + qq coisa q vc ja saiba ou tenha, estou aberto a trocar ideias.

BR 800i

MensagemEnviado: 05/Mar/2010 11:50
por Kyran
Olá,
poderia-mos, fazer assim:
A parte de distribuição, que dá a faisca no tempo certo, fica original.
Seria feito o controle eletronico de injeção do combustível, precisariamos de uma bomba eletrica para pressurizar o sistema, uma sonda lambda que nos dará a informação da quantidade de O² nos gazes de escapamento, esse dado nos indicará o tempo de injeção, o que determina a quantidade de combustível. Um sensor de rotação onde atravez dos sinais dele a marcha lenta se estabiliza, um sensor de posição da borboleta onde se saberá a posição do pedal do acelerador, juntamente com um sensor que indicará a pressão negativa no coletor de admissão.
Seria inicialmente um sistema monoponto, sem controle de ignição, mas teria o "cut-off" algo a mais para economizar combustivel. Com esse sistema monoponto teriamos uma grande escola para algo mais complexo na proxima "atualização".
Existem outros sistemas complexos digitais, que monitoram bem mais itens do funcionamento do motor, consiredando que estamos substituindo um carburador por algo mais complexo e eficiente, ja estamo na vanguarda do Enertron.
Podemos usar os sinais analógicos da pressão do óleo, da temperatura da água, da carga baixa da bateria para serem condições limitantes do funcionamento do sistema.
Alguem "eletrônico" entendeu o que falei? Se propõe a estudar um sistema? Usariamos um sistema comercial? de motos "Honda Mix"?
Abraço a todos"

MensagemEnviado: 05/Mar/2010 23:52
por felipe.victor
Pois é, essa teoria é bem palpavel, tipo... conhecimento teorico ateh q muita gente tem e os sensores todos pode-se encontrar aos tantos para vender no mercado, porém o problema está na unidade de comando! o problema todo ta ai! tem q se ter muito conhecimento em programção, eletronica e mecanica.

eu ja andei estudando bem sobre esse assunto e o + palpavel q achei até agora foi esso aqui: http://manual.msbr.com.br/ porém ainda sai bem cara, é bem trabalhoso e ainda vai ter q ter um bocado de adaptação.

MensagemEnviado: 06/Mar/2010 00:42
por Kyran
Vou analisar esse material com calma, achei interessante.
Mas, em um sistema monoponto a simplicidade é coerente, vamos alalizar as novas motos Honda, o que elas trazem, é coisa simples mas eficiente.
Onde encontramos para vender o MegaSquirt?
Abraço!

MensagemEnviado: 06/Mar/2010 01:41
por felipe.victor
http://www.msbr.com.br/
Tem que ser uma injeção de moto de 800 cc e 2 cilindros... pelo - eu axo

MensagemEnviado: 06/Mar/2010 06:29
por Kyran
Pode ser o sistema de motos de menor cilindrada, desde que o bico injetor tenha maior vazão, e monoponto.
Precisamos conhecer as curvas do motor, para saber em qual rotação se dá o torque máximo, dessa forma nao deixar cair o rendimento nesse regime.
Vi no mercado livre o MegaSquirt à venda.
Espero que nao esperem por aqui os resultados práticos de economia e desempenho para que os demais amigos dos 800's participem desse papo.
Abraço!

MensagemEnviado: 06/Mar/2010 19:21
por cafb
Pode ser injeção monoponto de moto de 1 cilindro e cilindrada compativel.

MensagemEnviado: 06/Mar/2010 20:02
por Kyran
Olá cafb,
sim injeção monoponto, qual motor de 800cc voce se refere? existe a venda no Brasil esse sistema? qual o custo? o interessante é uma solução viavel economicamente.
Vamos conversar mais sobre esse tema.
Abraço!

MensagemEnviado: 07/Mar/2010 11:16
por cafb
Seria conveniente conversar com quem trabalha em reparos ou vendas de motos par fazer uma seleção do melhor sistema a usar no BR ,mas um ponto importante no sistema de injeção eletronica é a sonda lambda que é o sensor importante para o funcionamento e controle do sistema,na questão de economia e poluiçaõ ambiental.

MensagemEnviado: 07/Mar/2010 18:33
por Kyran
Comcordo, entretanto os sistemas de injeção eletronico em motos no Brasil é recente, não deve ter "PARALELOS" ainda.
Abraço.

MensagemEnviado: 07/Mar/2010 19:42
por cafb
Sim motos injetadas no Brasil é recente,mas devem vender as peças para reposição.
Agora se algum colega de forum souber alguma industria que venda sistema de injeção,mesmo generica daria para fazer um estudo a respeito do BR.

MensagemEnviado: 07/Mar/2010 20:04
por cafb
Talvez a injeçaõ da UNO monoponto desse para um estudo para usar noBR,é uma opção valida.

MensagemEnviado: 08/Mar/2010 12:09
por felipe.victor
Algume sabe dizer se aquele peugeot 106 é monoponto ou multiponto? pelo q eu sei, ele é 800cc... se fosse monoponto talvez desse...

MensagemEnviado: 08/Mar/2010 18:13
por Kyran
Os suzukis SWIFT, SAMURAI, sao 1.3cc monoponto.
Tambem se prestaria a essa adaptação.