Página 1 de 1

Explicações relevantes sobre Sensor de vácuo e outros...

MensagemEnviado: 14/Mai/2009 19:32
por macgessle
Senhores,

venho novamente ao forum tirar dúvidas sobre o SENSOR de VÁCUO... onde eu encontro essa peça no motor?? qual a importância dela no funcionamento do carro ?? Pelo que lí ela trabalha junto com o sensor de rotação, é isso ? Bem, se alguem entender um pouco dessa peça e do conjunto das outras junto a IGNIÇÃO eu agradeço...

Abraçao

Marcelo Freitas (g2) (g1) 8)
Natal/Salvador

Sensor de vácuo

MensagemEnviado: 15/Mai/2009 00:14
por Fernando João
Marcelo,

No BR-800, o sensor de vácuo localiza-se no interior do veículo. É fixado na parede corta-fogo, logo atrás do rádio. Já vi alguns módulos de ignição com o sensor de vácuo anexado (creio que seja do Supermini).

Imagem
Sensor de vácuo do BR-800 e barra de fixação da parede corta-fogo.

O sensor de vácuo é ligado "mecanicamente" ao carburador, através de uma mangueira e é ligado "eletricamente" ao módulo de ignição através de dois fios. Sua função é atrasar (ou não) o disparo das bobinas de ignição. Há uma breve explicação desse sistema no endereço http://www.gurgel800.com.br/manutencao/ignicao.php.

Ok

MensagemEnviado: 15/Mai/2009 10:44
por macgessle
Fernando,

esse sensor é exclusivo gurgel ou é de outro carro ?? Como sei se ele está regulado e funcionando perfeitamente?? Precisa de alguma manutenção ?? Quero entender bem o funcionamento do sistema de ignição pois sei q o mesmo é de extrema importancia para o funciomento do carrinho...

Desde já agradeço...

MensagemEnviado: 16/Mai/2009 10:35
por markus hagedorn
Olá veja se o seu sensor é identico àquele que consta do link abaixo:
http://picasaweb.google.com.br/cozzare/ ... 2011232754

Re: Ok

MensagemEnviado: 16/Mai/2009 12:20
por José Cícero
macgessle escreveu:Fernando,

esse sensor é exclusivo gurgel ou é de outro carro ?? Como sei se ele está regulado e funcionando perfeitamente?? Precisa de alguma manutenção ?? Quero entender bem o funcionamento do sistema de ignição pois sei q o mesmo é de extrema importancia para o funciomento do carrinho...

Desde já agradeço...


Eu também gostaria de saber para que serve esse sensor de vácuo? O sensor de vácuo do meu SM92 está desligado a mais de 2 anos e não percebo nenhuma alteração no funcionamento do meu carro. O motor dá partida boa tanto frio como quente, tem uma boa arrancada e boa retomada de velocidade, e não acho que consome muito. :?: :!:

MensagemEnviado: 16/Mai/2009 22:21
por cafb
Esse sensor serve para adiantar o ponto de ignição depois de certa rotação do motor.

Re: Explicações relevantes sobre Sensor de vácuo e outros...

MensagemEnviado: 14/Jan/2015 18:04
por Fakstel
este sensor é acionado com qual rotação e faz o que? envia uma sinal ao modulo e acontece o que?
Ele adianta quanto o tempo de ignição e em que favorece este adiantamento?

Sobre o Sensor de Vácuo

MensagemEnviado: 31/Jul/2016 22:07
por Hector Vido
Faz tempo, mas acho que vale registrar.
Eu não sou mecânico, mas com o que o mecânico que me ajudou a comprar o carro disse e com o que eu ví na internet, vou tentar explicar.
O processo é bastante óbvio, mas só depois de pensar a respeito:

A queima da mistura através da faísca leva um pequeno tempo para acontecer, mas leva tempo, e isso é importante de lembrar.
Quando o carro está na marcha lenta, a rotação do motor é muito baixa. Para o carro conseguir ligar e funcionar na marcha lenta, a centelha precisa ser acionada quando o cilindro está bem para cima, comprimindo quase que totalmente a mistura, porque o pistão move-se mais lentamente, então a faísca ocorre com um certo "atraso" e aproveita a máxima taxa de compressão.
Já quando o motor está em alta rotação, o cilindro se move muito mais rápido, e esta centelha precisa ocorrer antes do cilindro comprimir toda a mistura, então ela precisa sair "adiantada", para aproveitar a mesma taxa de compressão.

É claro que a gente pensa: Horas, mas se o motor está girando mais rápido, a faísca, obviamente, sairá mais rapidamente. E sim, isso é verdade. Porém o tempo entre a faísca e a explosão não muda, este tempo até a combustão é que deve ser corrigido pelo avanço a vácuo.
Sem o avanço, no BR 800, acredito que em altas rotações a faísca saia um pouco atrasada, ou em baixas rotações adiantada, ambas as formas impedindo de adquirir o máximo do motor.